|

Arquivado por: julho, 2012

Cena/USP e Universidade de Alexandria tem primeiro doutoramento

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

O convênio entre o Programa de Pós-Graduação do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP) e a Universidade de Alexandria, no Egito, acaba de gerar seu primeiro fruto. A tese de Doutorado da egípcia Yosra Ahmed Soltan, desenvolvida no Laboratório de Nutrição Animal do Cena, foi defendida, na última semana, em Piracicaba. Yosra estudou a inclusão de leucena na dieta de ovinos, visando a redução do metano produzido por esses animais. Ao utilizar um terço da planta na alimentação diária, a pesquisa resultou numa diminuição de 14% do gás produzido. “O resultado desse estudo é bastante significativo. Pesquisadores do mundo todo buscam soluções para diminuir a emissão de metano por animais ruminantes”, justificou Adibe Luiz Abdalla, professor do Cena/USP e orientador do trabalho. O Laboratório de Nutrição Animal do Cena tem tradição e expertise nesta área de estudo, principalmente na utilização de plantas taniníferas na alimentação de ruminantes. “Temos resultados igualmente promissores em experimentos com ovelhas da raça Santa Inês, que, quando alimentadas com sansão do campo, planta que também é muito rica em tanino, são obtidos efeitos semelhantes”. Numa próxima etapa de seu experimento, Yosra testará, na Universidade de Alexandria, os métodos realizados em Piracicaba. “Temos leucena também no Egito. Levaremos daqui a tecnologia das câmaras de trocas de gases para colhermos o metano emitido pelo rebanho de lá”, disse a egípcia. O professor Sobhy Sallam, do Departamento de Produção Animal, da Faculdade de Agricultura da Universidade de Alexandria, que esteve no Brasil para finalizar detalhes do convênio entre as universidades, também participou da banca. “Há outros alunos nesse intercâmbio científico entre as duas instituições. Yosra foi a primeira aluna a completar os quatro anos integralmente no Cena. Também estamos negociando a ida de alunos daqui para o Egito”, afirmou Sallam. O trabalho de Yosra foi financiado pela Academia de Ciências para o Desenvolvimento Mundial (TWAS) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). __________________ Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa Cena/USP Tel: (19) 3302.0100 contato@engenhodanoticia.com.br

Cena pesquisa mosquito da dengue que não se prolifera

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Inseto estéril é criado na Bioagri de Charqueda

Um dos principais problemas de saúde publica no mundo, a dengue mata cerca de 20 mil pessoas por ano e seu tratamento se restringe apenas a combater os sintomas da doença. Ou seja, sem uma solução a vista, pesquisadores do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP) e da empresa Bioagri, desenvolveram uma técnica para tornar estéril o mosquito transmissor do vírus, criando assim uma nova frente de combate a essa patologia.

A pesquisa interfere no ciclo reprodutivo do inseto, por meio de um processo radioativo, sem fazer uso de produtos quí­micos e sem gerar qualquer tipo de impacto ambiental. Inédito no Brasil, o trabalho será apresentado durante o Congresso Brasileiro de Entomologia, que acontecerá em Curitiba/PR, entre os dias 16 e 20 de setembro.

Por meio de uma baixa dose de radiação gama, o laboratório de Radiobiologia e Ambiente do Cena/USP conseguiu tornar infecundo o mosquito, que até põe os ovos, mas esses não eclodem as larvas. “Usamos uma quantidade de energia que não mata o inseto, mas provoca mudanças em seu sistema biológico”, explica o professor Valter Arthur, coordenador da pesquisa.

O ciclo de criação do pernilingo passa por ovo, larva, pupa e adulto em, aproximadamente, 14 dias, mas o processo se dá na fase de pupas, que são irradiadas em uma fonte de Cobalto-60, fazendo com que os machos se transformem em insetos estéreis. “Eles até copulam, mas não fertilizam as fêmeas, que são as transmissoras do vírus da dengue,ou seja, o ciclo continua completo. Mas, como os ovos não geram nada, conseguiremos baixar significativamente a infestação do mosquito e, consequentemente, o da doença”, comemora o coordenador da pesquisa.

Os mosquitos vêm sendo criados na unidade da Bioagri, instalada em Charqueada, interior de São Paulo, de onde seguem para o laboratório do Cena, local onde são irradiados, num processo em que o instituto especializado da USP detém a tecnologia há 30 anos. “Iniciamos a pesquisa há pouco mais de três meses e ainda estamos determinando a dose esterilizante”, diz Márcio Adriani Gava, diretor técnico da Bioagri. “Posteriormente, iniciaremos os testes de campo, como dispersão, liberação e compatibilidade do Aedes aegypti estéril com a linhagem selvagem”, completou.

O professor Valter define essa pesquisa como uma forma simples de controle biológico ecologica, onde se utilizará o próprio inseto para combatê-lo, sem o uso indiscriminado de inseticidas. “O objetivo da pesquisa é o de reduzir a transmissão da dengue, por meio da liberação no ambiente de mosquitos machos estéreis em grande quantidade, que competirão com os nativos. Uma vez copuladas, as fêmeas vão gerar os ovos inférteis, que não eclodirão as larvas, e consequentemente ocorrerá uma diminuição da população de transmissores da dengue”, finalizou.

_______________

Engenho da Notí­cia

Assessoria de Imprensa Cena/USP

Tel: (19) 3302.0100

contato@engenhodanoticia.com.br

Missão de estudos da Tailândia visita o Cena/USP

Escrito por Marcelo. Postado em Notícias

Uma missão governamental da Tailândia esteve no dia 5 de julho no Cena/USP. A visita fez parte do “Plano de ação para cooperação técnica bilateral entre a Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e Agência Tailandesa de Cooperação para o Desenvolvimento (TICA) – 2011 – 2013”. A comitiva que pertencia ao Departamento de Extensão Agrícola, órgão do Ministério da Agricultura e Cooperativas da Tailândia, foi recepcionada pelos professores Elias A. G. Zagatto, vice-diretor da instituição, Carlos Cerri, e Gilberto Ribeiro Furlan (serviço de proteção radiológica do Cena/USP). Compunham a delegação Kaival Klakhaeng (diretor da Divisão de Desenvolvimento Lavouras), Dares Kittiyopas (diretora da Divisão de Promoção de Engenharia Agrícola), Narong Panya (engenheiro agrícola), Thanapon Korad e Dusit Tangpisitothin (ambos engenheiros do Ministério da Ciência e Tecnologia). A Missão de Estudos visa promover uma cooperação bilateral entre os dois países, através de intercâmbio de conhecimentos e pesquisas científicas, com energias alternativas, na área de produção mecanizada de cana-de-açúcar. Durante a estada no Brasil, os tailandeses visitaram ainda outras associações e entidades afins.  

Professores do Cena/USP participam do Enumas, na Unicamp

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Quatro pesquisadores do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena), órgão da Universidade de São Paulo (USP), participarão da terceira edição do Workshop Internacional Enumas, evento sobre energia nuclear que irá acontecer na Unicamp, nos dias 23 e 24 de agosto. Nesta edição de 2012, o Enumas vai tratar sobre as perspectivas em atividades nucleares no Brasil, com foco na Medicina, Agricultura, Segurança e Direito Nuclear. Entre os assuntos abordados, serão debatidos alimentos tratados por irradiação ionizante, irradiação de pedras preciosas e de tecidos biológicos, o tratado de não proliferação de armas nucleares e os acidentes de Fukushima versus as Usinas de Angra. No primeiro dia do evento, o professor Antonio Figueira, diretor do Cena/USP, participa do painel Energia Nuclear e as Ciências da Vida, onde compõe a mesa redonda sobre Aplicações na Área Agrícola e em Alimentos juntamente com Anna Lúcia Casanas H. Villavicencio e Ivan Salati, ambos integrantes da Comissão Nacional de Energia Nuclear. No segundo dia de evento, os professores do Cena/USP Takashi Muraoka e Plínio de Camargo Barbosa apresentam a palestra “Usos de isótopos radioativos e estáveis na agricultura e ambiente”; e o diretor da instituição falará sobre “A Energia Nuclear e sua aplicação na Agricultura”. No mesmo dia, o técnico especializado Eduardo de Almeida e pós-doutorando Paulo Rogério Massoni apresentam juntos a palestra “Fluorescência de Raios X por dispersão de energia e por reflexão total”. _________________ Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa Cena/USP Tel: (19) 3302.0100 contato@engenhodanoticia.com.br