|

Cena/USP sedia Meeting GSB & Lacaf

Escrito por Marcelo. Postado em Notícias

gsb lacaf

Nesta quarta-feira (27), teve início no Centro de Energia Nuclear da Agricultura (Cena/USP) o GSB & Lacaf Meeting, evento internacional com a participação de pesquisadores de diversos países. O encontro segue até a próxima sexta-feira (29), no auditório da instituição.

O evento faz parte das atividades do projeto temático “Contribuição de produção de bioenergia para a América Latina, Caribe e África”, desenvolvido por pesquisadores do Bioen, Programa Fapesp de Pesquisa de Bioenergia da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, que objetiva estimular e articular atividades de pesquisa e desenvolvimento utilizando laboratórios acadêmicos e industriais para promover o avanço do conhecimento e sua aplicação em áreas relacionadas à produção do Bioenergia no Brasil.

Estão previstas para os três dias do evento encontros e workshops entre os participantes, com atualização sobre as atividades associadas que compõem a iniciativa GSB (Global Sustainable Bioenergy), além da realização de reuniões de trabalho dos projetos focados em aspectos operacionais. Ainda durante o meeting, serão debatidos os resultados das reuniões dos grupos de trabalho. Ao final do evento, se objetiva refinar a visão do projeto.

A Fapesp é a principal patrocinador da GSB, através da concessão de bolsas de estudo. Além da Fapesp, Oak Ridge National Lab (ORNL) e o programa básico BE (Holanda) apoiam a iniciativa GSB.

Criado em 2009, a iniciativa GSB visa contribuir para um mundo sustentável, expandindo, disseminando e aplicando o conhecimento das técnicas de bioenergia em larga escala, honrando outras prioridades, incluindo a produção de alimentos, proteção do habitat e uso sustentável da terra.

Reuniões anteriores da iniciativa GSB e projeto LACAf têm, em geral, apresentado uma agenda sequencial que inclui discussões de aspectos operacionais e reuniões paralelas de grupos de trabalho, bem como as sessões plenárias.

A coordenação geral é do professor Luis Cortez, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com apoio do professor Luiz Antonio Martinelli, do Cena/USP.

____________

Engenho da Notícia

Assessoria de Imprensa Cena/USP

(19) 3302.0100

contato@engenhodanoticia.com.br

Twitter: @Engenho_Noticia

Facebook: Engenho da Notícia

Pós-doutoranda pesquisa como determinar herbicida na água

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Gláucia no Laboratório de Química Analítica do Cena/USP (foto: Fabricio Costa)

Gláucia no Laboratório de Química Analítica do Cena/USP
(foto: Fabricio Costa)

Cursando o pós-doutoramento no laboratório de Química Analítica do Centro de Energia Nuclear da Agricultura (Cena/USP), um dos mais citados no Brasil no que se refere a índices de fator de impacto, Gláucia Pessin Vieira vem desenvolvendo seus estudos com bolsa do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

‘Desenvolvimento de procedimento automático para determinação do herbicida glifosato em águas doces e soja empregando detecção automática’ é o tema do estudo que a pós-doutoranda vem realizando sob a supervisão do professor Boaventura Freire dos Reis.

“Gosto de fazer pesquisas e pretendo continuar trabalhando nesta área, então o caminho mais natural é fazer toda sequência acadêmica”, justificou ao optar por fazer o pós-doutoramento para aprofundar os estudos iniciados em sua tese de doutorado.

A escolha desse laboratório, que há 40 anos iniciou os primeiros experimentos sobre análises por injeção em fluxo no país, também foi providencial para Gláucia. “As pesquisas do laboratório seguem uma diretriz desenvolvendo metodologia com automação em química analítica, explorando as diferentes espécies químicas, envolvendo sistemas de análise em fluxo”, afirmou.

O desenvolvimento desse sistema colocou alguns pesquisadores do Cena/USP no ranking dos mais produtivos do Brasil no que se refere a índice de impacto – ou seja, quantas vezes aparecem citadas em outras publicações científicas.

Atualmente, a equipe do Laboratório de Química Analítica trabalha para automatizar todo o sistema. “Minhas pesquisas são com automação analítica envolvendo sistemas de análises químicas em fluxo baseados em multicomutação com detecção por espectrofotometria UV-VIS”, explicou a cientista que tem formação em química industrial.

_________________

Engenho da Notícia
Assessoria de Imprensa Cena/USP

Foto: Fabricio Costa
(19) 3302.0100
divulgacao@engenhodanoticia.com.br
Twitter: @Engenho_Noticia
Facebook: Engenho da Notícia

Fapesp e Imperial College London anunciam resultado de chamada para projetos

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e Imperial College London anunciam o resultado da primeira chamada de propostas lançada no âmbito do acordo de cooperação mútua. Das sete propostas para o intercâmbio entre as duas instituições, foram selecionados dois docentes Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP).

O professor Carlos Clemente Cerri, do Laboratório de Biogeoquímica Ambiental, teve aprovado seu projeto intitulado ‘Avaliação e orientação sustentabilidade na produção de cana-de-açúcar no Brasil’, já Luiz Antonio Martinelli, do Laboratório de Ecologia Isotópica, apresentou o projeto ‘Multifuncionalidade ecossistema sob mudança ambiental’.

Inicialmente, a chamada estimava apoiar apenas cinco propostas, mas a qualidade dos projetos apresentadas foi tamanha que decidiram apoiar outras duas para o intercâmbio de pesquisadores entre o Estado de São Paulo e o Reino Unido.

“Estamos muito satisfeitos em trabalhar ao lado da Fapesp, um dos nossos principais parceiros internacionais, para promover uma nova série de iniciativas conjuntas com algumas das principais instituições de pesquisa de São Paulo. Estou muito satisfeito de ver a gama diversificada e empolgante de projetos que serão apoiados por esta parceria. Reunir cientistas de Londres e do Estado de São Paulo, dois centros globais de excelência em pesquisa e inovação, não só estenderá as fronteiras do esforço científico como conduzirá a descobertas que beneficiarão a sociedade em escala global”, disse James Stirling, pró-reitor do Imperial College London.

Fapesp e Imperial concederão, de cada parte, o equivalente a seis mil Libras Esterlinas (£6.000,00) por proposta por ano, pelo período de vigência estabelecido na concessão, para cobrir despesas de mobilidade. A duração máxima de cada projeto deve ser de 24 meses.

Para Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp, “o investimento bilateral realizado pela Fapesp e pelo Imperial College London facilita a pesquisa colaborativa entre pesquisadores em São Paulo e seus colegas britânicos, criando oportunidades para ampliar os horizontes e o impacto da pesquisa científica para ambos os países”.

_______________

Engenho da Notícia

Assessoria de Imprensa Cena/USP

(19) 3302.0100

contato@engenhodanoticia.com.br

CENA participou da 8ª Feira das Profissões no Parque CienTec

Escrito por admin. Postado em Notícias

A 8ª edição da Feira de Profissões da USP, que neste ano ocorreu entre os dias 7 e 9 de agosto, foi realizada no Parque de Ciência e Tecnologia (CienTec) e reuniu todas as unidades da Universidade de São Paulo.

Voltado para alunos do Ensino Médio e de cursinhos preparatórios para o vestibular, Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP) se fez presente com experimentos e informações durante a feira que traz informações sobre cursos de graduação e mercado de trabalho para os estudantes.

Neste ano, o evento recebeu mais de 60 mil visitantes. “Fazer esta Feira no Parque CienTec é importante para mostrar outros lugares e órgãos que também fazem parte da Universidade”, destacou o reitor Marco Antonio Zago, na abertura da Feira.