|

Cena/USP estuda o efeito estufa em pastagens de Rondônia

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Mazzetto e Arlete coletam dejetos para estudo do efeito estufa

Pesquisa indicará se a pecuária afeta ou não o aquecimento global

O laboratório de Biogeoquímica Ambiental, do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP), mantém, há 24 anos, uma parceria com a fazenda Nova Vida, localizada no interior de Rondônia/RO, para o desenvolvimento de pesquisas sobre práticas sustentáveis e ecologicamente corretas em atividades pecuárias. Atualmente, o biólogo André Mancebo Mazzetto e a agrônoma Arlete Simões Barneze, que realizam seus respectivos trabalhos de doutorado e mestrado no Cena, estão coletando dados na fazenda, os quais são enviados para o laboratório da instituição, em Piracicaba/SP. Localizada no município de Ariquemes, a 250 quilômetros da capital Porto Velho, os pós-graduandos utilizam uma área de pasto da fazenda para o experimento que visa identificar se há emissão de gases que provocam o efeito estufa (CO2, CH4 e N20) na atividade pecuária. “Os pesquisadores extraem gases provenientes de urina e fezes depositados no solo por meio de câmaras estáticas instaladas no pasto. Esse material é todo acondicionado em frascos de vidros com vácuo, que, em seguida, são enviados para o laboratório do Cena, onde serão analisados por cromatografia gasosa, que faz a separação dos componentes e identifica cada um dos gases”, explica o professor Carlos Cerri, coordenador do estudo. Mazzetto conta que o estudo contribui para a ciência esclarecer essas e outras questões relacionadas a possíveis influências que a atividade pecuária pode causar no efeito estufa. “A pesquisa servirá para mostrar qual o impacto da pecuária no aquecimento global”, afirma o biólogo. “Buscamos determinar os fatores de emissão na atividade pecuária”, conclui. De propriedade do pecuarista João Arantes, a fazenda Nova Vida tem um laboratório bem estruturado e o experimento Cena/USP se deu pelo interesse mútuo das partes em pesquisar sistemas pecuários alternativos. “Existe uma ótima estrutura na fazenda, onde podemos armazenar os experimentos tranquilamente, para depois serem remetidos para o laboratório da instituição” finaliza Cerri. __________________ Engenho da Notícia Assessoria de Imprensa Cena/USP Com informações de Edmilson Rodrigues /Jornal Correio Central Tel: (19) 3302.0100 contato@engenhodanoticia.com.br