|

Câmara de Vereadores homenageará nova diretora do Cena/USP

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Tsai Siu Mui é professora e diretora do Cena/USP

Tsai Siu Mui é professora e diretora do Cena/USP

A Câmara de Vereadores de Piracicaba homenageará a professora Tsai Siu Mui, nova diretora do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP), empossada para a gestão 2014-2018. A proposta da casa legislativa, que se refere a uma Moção de Aplausos, foi apresentada pelo vereador Pedro Kawai.

A posse da professora ocorreu no último dia 27 de fevereiro, quando foi assinado termo de compromisso em cerimônia realizada no auditório da instituição, com a presença do reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago.

Na ocasião, a docente relatou que encarou a missão como uma fase de maturidade. “Precisamos buscar mais transparência, divulgar as pesquisas. É importante ter essa interação”, disse.

Docente do Laboratório de Biologia Celular e Molecular, a homenagem se justifica pela representatividade de Tsai na cidade e por sua nomeação, já que é a primeira mulher a assumir a diretoria do Centro.

A honraria foi votada e aprovada na sessão ordinária de quinta-feira (6/3). A moção será entregue em data a ser agendada.

______________

Engenho da Notícia

Assessoria de Imprensa Cena/USP

(19) 3302.0100

contato@engenhodanoticia.com.br

Ex-diretor do Cena/USP recebe homenagem

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Antonio Figueira durante a inauguração do NAP-Biocema

Antonio Figueira durante a inauguração do NAP-Biocema

No dia 26 de fevereiro, a comunidade científica do Centro de Energia Nuclear da Agricultura (Cena/USP) prestou uma singela homenagem ao ex-diretor Antonio Vargas de Oliveira Figueira, que deixou o cargo na semana anterior após quatro anos à frente da instituição.

Contando com a presença de vários professores, alunos e funcionários, além de outros membros da área acadêmica, Figueira, que dirigiu o Cena/USP no período compreendido entre os anos de 2010 e 2014, se emocionou com a surpresa.

Muito comovido, o ex-diretor agradeceu a homenagem e, em um discursou de improviso, ressaltou sua dedicação quase que integral à frente da diretoria. “Já considero o Cena como minha casa, pois permaneço mais aqui do que em minha própria residência, e esse tempo aumentou ainda mais durante minha gestão. Porém, esse período foi muito gratificante, tanto é que espero continuar colaborando”, comentou.

Ao final, o tom formal da homenagem deu espaço para um clima descontraído e os presentes puderam cumprimentaram o ex-diretor, que agora volta para sua sala no Laboratório de Melhoramento de Plantas, após cumprir a gestão de seu mandato.

Já como ex-diretor do maior instituto especializado da USP, dentre os seis existentes, Figueira ainda teve a oportunidade de participar da cerimônia de inauguração do NAP-Biocema, obra que tocou durante os quatro anos em que se dedicou à direção da instituição.

“Esse projeto tem dez anos e atravessou toda minha gestão. Dediquei muito esforço para que este empreendimento tivesse êxito e agora é com satisfação que passo o bastão para que os novos dirigentes concluam a tarefa”, afirmou.

Com 1.500 m2 de área construída e 30 salas para comportar laboratórios, esse novo prédio abrigará o próprio NAP-Biocema e receberá ainda equipamentos do NAP-Bionergia e o NAP Centro de Instrumentação, criando um Laboratório Multiusuário Centralizado de Genômica Funcional Aplicada à Agropecuária e Agroenergia.

Ao encerrar suas funções diretivas no Cena/USP, Figueira se mostrou satisfeito com os quatro anos no cargo. Em entrevista, o pesquisador faz um breve balanço de sua gestão e dos desafios que permanecem para o instituto especializado da USP.

“No campo acadêmico definimos normas e estabelecemos as Comissões Internas de Pesquisa, Graduação e Relações Internacionais; elaboramos a proposta de transformação do Cena em Unidade Plena de Ensino e Pesquisa; e elaboramos a proposta de criação de curso de Graduação em Sistemas Ambientais”. Já na área de infraestrutura, Figueira enumerou as principais obras realizadas em sua gestão, como a reforma da cantina; instalação de laboratório didático na central de aulas, bem como o sistema de ar condicionado; a construção do Laboratório de Gerenciamento de Resíduos, composto por três prédios; e a nova entrada de acesso, com estrutura viária, nova guarita do Campus e três bolsões de estacionamentos.

Porém, Figueira afirma que a principal marca do Cena vai muito além de sua gestão, pois se constitui na credibilidade da instituição e em sua competência. “Nos últimos quatro anos submetemos quatro propostas ao programa INFRA-USP, no qual três foram aprovadas”, concluiu ao falar sobre o projetos aprovados na área de fomento.

______________

Engenho da Notícia

Assessoria de Imprensa Cena/USP

(19) 3302.0100

contato@engenhodanoticia.com.br

Tsai Siu Mui assume direção do Cena/USP para gestão 2014 – 2018

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

profa. Tsai

A professora Tsai Siu Mui assumiu a direção do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP) em sessão solene realizada na manhã desta quinta-feira, 27 de fevereiro. Primeiro nome indicado na lista tríplice, a docente do laboratório de Biologia Celular e Molecular será a primeira mulher a comandar a instituição e sua gestão segue até 2018.

A eleição foi realizada durante reunião do Conselho Deliberativo no dia 4 de fevereiro e a professora Tsai vai substituir Antonio Vargas de Oliveira Figueira, que ocupou a o cargo de 2010 a 2014.

Ao agradecer a oportunidade lhe conferida para dirigir o Cena, em seu pronunciamento de posse a professora Tsai afirmou ter certeza que contará com o apoio de todos os colaboradores do instituto para desempenhar esta missão. “Vou me empenhar para retribuir ao Cena e à USP todas as oportunidades recebidas como docente deste Centro”, afirmou para depois listar algumas de suas principais metas de trabalho, como fortalecimento da atuação dos pesquisadores, a integração entre as áreas científica e administrativa da instituição e o acesso a benefícios complementares na carreira profissional do corpo de funcionários e técnicos, por meio do estímulo à formação e ao desenvolvimento na carreira.

A cerimônia contou com a presença do Reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago, e seu Vice-reitor, Vahan Agopyan, além de várias autoridades de outras unidades da USP e de outras instituições.

Empossado como Reitor da Universidade de São Paulo no mês passado, em seu discurso, o professor Zago reiterou a importância do Cena como sendo um dos institutos especializados da USP a se comprometer tanto com a região onde se encontra localizada. “O mundo atual exige das universidades ações que vão além de seus muros e o Cena, mesmo não sendo uma unidade plena, mas um instituto especializado, deve contribuir para com o poder gerar conhecimento, não apenas em âmbito acadêmico, mas também encontrar soluções para a sociedade em que está inserido”.

Tsai será a décima professora a dirigir a instituição, que neste ano completará 48 anos de existência. Desde sua fundação, o Cena/USP foi dirigido por Admar Cervellini (1966-1980), Eneas Salati (1981-1984), Joaquim José de Camargo Engler (pro tempore), Frederico Maximiliano Wlendl (1985-1991), Carlos Clemente Cerri (1991-1997), Augusto Tulmann Neto (1998-2002), Reynaldo Luiz Victória (2002-2006), Virgílio Franco do Nascimento Filho (2006-2010), além de Antonio Figueira.

Graduada e licenciada em Engenharia Agronômica pela Universidade de São Paulo (1971), com mestrado em Ciências, pelo Cena, em 1974, e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas pela USP, em 1978, Tsai fez seu pós-doutorado em ecologia microbiana e em estudos genéticos, na Universidade de Califórnia – Davis (1989-1992).

Professora titular da USP desde 2006, atualmente é membro do Comitê Gestor do Fundo Setorial do Agronegócio, como representante do setor acadêmico-científico do Ministério da Ciência e Tecnologia e do Comitê Assessor do Programa Ciência Sem Fronteiras (CNPq). Em 2008, foi eleita membro titular da Academia Brasileira de Ciências.

 


Engenho da Notícia
Assessoria de Imprensa Cena/USP
(19) 3302.0100
contato@engenhodanoticia.com.br

USP de Piracicaba inaugura prédio de núcleo de apoio à pesquisa

Escrito por Marcelo. Postado em Destaques

Com o objetivo de estabelecer uma instalação central, de gestão compartilhada e de acesso a usuários da Universidade de São Paulo (USP) e da comunidade científica em geral voltada à pesquisa em Biologia Celular e Molecular na Agropecuária, será inaugurado nesta quinta-feira, 27 de fevereiro, o Prédio do Núcleo de Apoio à Pesquisa em Biologia Celular e Molecular na Agropecuária.

Localizado no campus da USP de Piracicaba, nas dependências do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena/USP), a cerimônia, que terá início às 13h, contará com a presença do Reitor da USP, Marco Antonio Zago.

O Núcleo é resultado de parceria estabelecida entre quatro grandes centros de pesquisa da USP – Cena, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) e Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA), instituições que englobam as grandes áreas de ciências agrárias e biológicas voltadas para o desenvolvimento de conhecimentos biotecnológicos visando ao aumento da produtividade vegetal e animal.

O prédio, construído com o apoio da Finep, irá abrigar o NAP Centro de Instrumentação: Laboratório Multiusuário Centralizado de Genômica Funcional Aplicada à Agropecuária e Agroenergia e o NAP Bioenergia que atuam na prestação de serviços nas áreas de sequenciamento e genotipagem de DNA, sequenciamento e quantificação de proteínas, identificação de biomoléculas e bioinformática; treinamento de pesquisadores nas áreas de genômica, proteômica, metabolômica e bioinformática; difusão de conhecimento.

De acordo com os professores Antonio Vargas de Oliveira Figueira, do Cena/USP, e Luiz Lehmann Coutinho, da Esalq, essa consolidação irá promover a integração dos usuários e a otimização de recursos humanos, insumos e equipamentos.

Para os professores, um grande impacto já pode ser notado nos projetos de expressão gênica e proteômica, já que o envio de RNA e proteínas para o exterior é difícil, pois sempre ocorre perda do material encaminhado.

Agora, o envio das amostras para o exterior têm sido feito com mais qualidade e velocidade. Nos últimos dois anos, esses serviços já executaram 60 projetos de genômica, 29 de proteômica e capacitado mais de 50 usuários nas diferentes áreas de atuação.